Share this post:

Vai comprar casa para arrendar em Portugal? Descubra em que cidades portuguesas está o melhor retorno de investimento imobiliário.

Investir em imóveis pode ser uma tarefa assustadora, especialmente se for a primeira vez. Um bom retorno do investimento – e alguns bons passeios por Portugal para conhecer as futuras casas ou apartamentos, podem justificar os morosos processos de compra de imóveis.

Rodeado pelo mar, abençoado pelo sol, e também com algumas zonas montanhosas, Portugal é um país que ainda oferece um dos melhores retornos de investimento imobiliário da Europa, ao lado de uma invejável qualidade de vida.

 

Rico em tradições, Portugal é um país de desenvolvimento lento e constante.

As cidades principais portuguesas contam com uma arquitectura histórica, abundante em edifícios de pedra e tectos em estuque.

No campo e nas zonas rurais, ainda é possível encontrar casas típicas antigas, também feitas de pedra, com janelas e detalhes pitorescos. Casas na praia e properiedades de luxo também estão na lista.

Aqui estão algumas cidades em que acreditamos que vale a pena investir, onde poderá encontrar o melhor retorno de investimento imboliário em Portugal.

Comprar para arrendar Braga

  • 7.2% retorno anual
  • 1.455€ Preço por m2

Braga é uma cidade portuguesa emergente, com um próspero mercado de arrendamento graças à Universidade do Minho, escolas internacionais, centros tecnológicos, e, recentemente, também ao turismo.

Aqui os investidores podem recuperar 7,2% nos seus primeiro e segundo anos de investimento. É uma boa altura para investir em propriedades no norte.

Comprar para arrendar Porto

Clérigos tower in Porto

Photo by Alesia Kozik

  • 4.3% retorno anual
  • 3.063€/Preço m2

A segunda maior cidade de Portugal está localizada no norte e é conhecida por ter preços mais acessíveis do que Lisboa. Embora os preços tenham vindo a aumentar, com alguma investigação e sorte ainda é possível encontrar rendimentos muito atractivos.

A procura é elevada e a melhor compra para deixar áreas no Porto pode ser encontrada fora do centro da cidade.

Comprar para arrendar Vila Nova de Gaia

  • 6.1% retorno anual
  • 3.063€/Preço m2

Localizada mesmo ao lado do Porto, e conhecida pelas suas caves de vinho do Porto, Gaia é uma grande cidade com muitos potenciais, dependendo da área.

O preço por m2 é significativamente mais baixo aqui, mas a sua proximidade do centro da cidade do Porto garante que o seu investimento vale a pena e é viável.

Comprar para arrendar Aveiro

  • 5.9 % retorno anual
  • 2.272€/Preço m2

Chamada “Veneza de Portugal”, Aveiro é uma cidade costeira com casas de praia coloridas, e uma subida emergente do turismo. O preço do metro quadrado aumentou nos últimos anos mas ainda é mais baixo do que em Lisboa e Porto.

A Universidade de Aveiro é também famosa no país e vários pólos tecnológicos instalaram-se na cidade, aumentando a procura de habitação.

Comprar para arrendar Coimbra

  • 5.1 % retorno anual
  • 1.582€/Preço m2

Famosa pela sua tradição académica, Coimbra é a 3ª maior cidade de Portugal. Possui a mais antiga universidade portuguesa, pelo que os proprietários podem esperar ter as suas propriedades sempre arrendadas.

Comprar para arrendar Lisboa

  • 2.9% retorno anual
  • 5.000€/Preço m2

Lisboa foi classificada como a 3ª cidade mais cara da Europa, depois de Londres e Roma. Investir em propriedades em Lisboa é de facto um investimento seguro, pois pode facilmente arrendar ou vender. Como o preço de compra é mais elevado, o retorno de investimento em Lisboa não será tão elevado como noutras cidades portuguesas. No entanto, seja para abrir um negócio de alojamento local ou arrendamento tradicional, inquilinos e hóspedes não faltarão com certeza.

Comprar para arrendar Setúbal

  • 6.3% retorno anual
  • 1.965€/Preço m2

Ainda bastante anónimo, mas à beira de uma enorme exibição e desenvolvimento massivo está Setúbal. Localizada do outro lado da margem do Tejo, as zonas de Setúbal são conhecidas pelo seu baixo preço por metro quadrado.

No entanto, é um distrito de contrastes, e aqui encontrará também algumas das estâncias de luxo mais caras de Portugal, devido às suas fantásticas zonas de praia em Portugal, como a Serra da Arrábida, Tróia, e Comporta.

Comprar para arrendar Algarve

  • 3.3% retorno anual
  • 2.789€/Preço m2

O Algarve continua a ser o destino preferido dos turistas e expatriados britânicos e alemães. Se planeia comprar propriedade no Algarve, verifique locais como Aljezur, Faro, ou Lagos. A procura não é tão elevada como em outras cidades portuguesas.

2. O que é um bom retorno de investimento imobiliário em Portugal?

Um bom retorno de investimento imobiliário situa-se entre 5% e 8%.

É importante que o seu rendimento de cubra os custos de funcionamento do imóvel, e se decidir abrir um negócio de Alojamento Local, deve estar ciente de que as despesas do negócio são elevadas.

A GuestReady é uma empresa de gestão de alojamento local que está presente em 5 países e gere profissionalmente mais de 3500 propriedades internacionais. Contacte-nos para mais informações.

Os custos do imóvel incluem pagamentos de hipoteca, desgaste – que é significativamente mais elevado quando se tem um arrendamento de longo prazo, e outras despesas de arrendamento.

Os custos de um alojamento local incluem manutenção, limpeza, decoração, toalhas e roupa de cama.
Um sólido plano de retorno do investimento evitará o recurso ao seu fundo de contingência.

Se planeia investir em imóveis em Portugal, existem ainda muitas oportunidades a encontrar no mercado, quer a longo quer a curto prazo. Os investimentos da Golden Visa em alojamento local ainda são possíveis em áreas de alta densidade em 2022.

De uma forma muito ampla, regiões com preços mais altos produzem um rendimento médio mais baixo, e em Portugal, esses preços mais altos estão localizados na zona de Lisboa e no Algarve. O norte do país produz lucros mais elevados porque o preço médio das propriedades é mais baixo.

3. Porquê investir no mercado imobiliário em Portugal?

Alfama sightseeing

Imagem por Helena Ije

O investimento no mercado imobiliário em Portugal tem sido algo atractivo para muitos investidores, também devido ao seu ARI – Residência através de investimento.

O Golden Visa trouxe muitos investidores mundiais para comprar bens imobiliários em Portugal. Mais de 90% dos investimentos foram feitos em bens imobiliários.

Nos últimos anos, o mercado tem passado por vários altos e baixos, mas a procura continua a aumentar. A oferta no mercado imobiliário é variada, desde apartamentos de estilo antigo no centro das cidades, casas de praia, casas pitorescas no campo, ou resorts de luxo.

O baixo custo de vida e a elevada qualidade de vida têm colocado Portugal na mira dos investidores estrangeiros, particularmente devido ao crescimento do turismo nas principais cidades, e a inflação não os tem desencorajado. Mesmo com a última crise financeira, os preços continuam a subir.

4. Comprar casa para arrendar em Portugal é um bom investimento?

A compra de propriedade em Portugal é um bom investimento. O coronavírus não travou o mercado imobiliário, na verdade contribuiu para o seu crescimento. Portugal está a ser procurado por muitos investidores, famílias nómadas digitais, e reformados de muitos países do mundo. Contudo, como qualquer outro investimento imobiliário, há alguns factores a ter em mente antes de investir em bens imobiliários em Portugal, e para o manter seguro deve fazê-lo:

  • Contratar um agente imobiliário
  • Verifique os serviços e a indústria em torno do investimento que pretende comprar.
  • Verifique se o imóvel vem com alguma dívida
  • Contrate um advogado para a escritura

5. Os estrangeiros podem comprar casa em Portugal?

Sim, estrangeiros podem comprar propriedade em Portugal e podem beneficiar de um regime fiscal especial, caso não tenham tido residência em Portugal nos 5 anos anteriores. Além disso, os estrangeiros podem também comprar uma casa em Portugal através do programa Golden Visa e obter a cidadania.

6. Qual é o imposto sobre renda em Portugal?

Os residentes em Portugal pagam imposto sobre renda com uma taxa fixa de 28%. As despesas e impostos adicionais relacionados com o imóvel são dedutíveis.

Se planeia abrir um negócio de alojamento local, os impostos são IVA de 6%, e 20% (se for um residente não-habitual) sobre 35% do valor tributável – esta percentagem é considerada lucro. Os outros 65% são considerados despesas e não são tributados.

Arrendamento tradicional ou Alojamento Local?

Mais uma vez, durante a pandemia, o mercado do alojamento local em Portugal mudou. As pessoas trabalham a partir de casa e podem trabalhar a partir de qualquer lugar. Por causa disso, preferem trabalhar num local onde possam ter espaços ao ar livre e bom tempo.

A linha entre estes 3 tipos diferentes de arrendamento está a ficar mais fina – as pessoas preferem a flexibilidade de um contrato a médio prazo e o conforto de um apartamento totalmente mobilado. As pessoas viajam mais e a duração das reservas aumenta – as reservas a médio prazo tomaram outra proporção desde 2020.

Ao mesmo tempo, esta realidade está a trazer uma mudança maciça à demografia do país, uma vez que as pessoas procuram uma melhor qualidade de vida e preços mais acessíveis em locais diferentes dos centros das cidades.

Enquanto alguns preferem fazer viagens de longa duração e estadias de médio prazo em diferentes lugares, outros preferem comprar e investir em cidades menores ou mesmo vilas e aldeias, tornando esses lugares tão atrativos quanto as principais cidades. Onde a demanda aumenta, o investimento vai, certo?

Embora o turismo em Portugal tenha sofrido uma grande quebra em 2020, o turismo e o Alojamento Local já estão a voltar à vida. Já assistimos a uma enorme viragem nas taxas de ocupação no início de 2022 e com o seu pico de verão.

O mercado imobiliário português nunca foi tão dinâmico, o que torna os investimentos imobiliários muito atractivos.

Se procura comprar propriedades de investimento em Portugal, e pretende abrir um negócio de Alojamento Local, entre em contacto e conheça os serviços da GuestReady.

Share this post: