Share this post:

É a altura certa para comprar casa em Portugal e abrir um alojamento local?

A maioria dos investidores imobiliários tem duas grandes motivações que influenciam a escolha do lugar onde investir.

Quem compra casa para habitar escolhe o lugar onde deseja viver. Para quem, por outro lado, procura fazer um bom investimento, a taxa de rentabilidade é um fator determinante.

Este artigo explora as especificidades da compra de casa em Portugal, com destaque para as oportunidades de investimento.

Torre de Belém em Lisboa

Torre de Belém | Imagem por Bernardo Lorena Ponte

Sumário

  1. Quais são os resquisitos para comprar casa em Portugal?
  2. Que impostos estão associados à compra de casa em Portugal?
  3. Como encontrar a casa certa em Portugal?
  4. Qual o melhor lugar para comprar casa em Portugal?
  5. Quais são os principais riscos de comprar casa em Portugal?
  6. Porque devo comprar casa Portugal?
  7. Vale a pena comprar casa em Portugal ?
  8. Os cidadãos estrangeiros podem comprar casa em Portugal?
  9. É a altura certa para comprar casa em Portugal?
  10. Investir em Portugal com a GuestReady

1. Quais são os resquisitos para comprar casa em Portugal ?

Boas notícias: Portugal é um dos países mais receptivos da Europa no que diz respeito ao investimento estrangeiro, mesmo com algumas restrições em cima da mesa.

Não só não é necessário residir em Portugal para poder comprar casa, assim como não há um limite para o número de propriedades que pode adquirir.

Comprar casa em Portugal é um processo relativamente simples e demora cerca de dois a três meses até estar completado.

O proprietário necessita de ter um Número de Identificação Fiscal (NIF) atribuído, que poder obter ao abrir uma conta num banco português ou ao visitar um Serviço de Finanças.

2. Quanto é que vou pagar de impostos ao comprar uma casa em Portugal?

Ao concretizar a compra de uma propriedade em Portugal é cobrado 8% de imposto, mais um Imposto de Selo de 0.8%.

Anualmente, é cobrado o Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI), o equivalente português ao Council Tax, no Reino Unido, e que varia entre os 0.3% e os 0.8%. O valor taxado depende da tipologia do imóvel, da idade e da localização.

Se estiver a pensar em investir uma soma de capital mais avultada, deve ter em conta o imposto adicional (AIMI), aplicado ao património imobiliário cujo valor tributário seja superior a 600 mil euros, e cuja taxa varia entre os 0.4% e os 1.5%.

Esta taxa é aplicada, individualmente, ao proprietário e não à propriedade. Isto significa que se o património pertencer a um casal, por exemplo, esta taxa só é aplicada se o valor do património conjunto exceder 1.2 milhões de euros

3. Como encontrar a casa certa em Portugal?

Encontrar um imóvel em Portugal é relativamente simples e pode sempre contar com a ajuda de um dos muitos agentes imobiliários e agências de real-estate concentrados nas regiões de Lisboa e Porto.

Caso seja possível, não há nada como a experiência de consultar diretamente um agente imobiliário e tirar partido dos seus conhecimentos sobre o mercado.

Se pretender comprar um imóvel remotamente ou fazer uma pesquisa mais intensiva antes de se deslocar ao país, a melhor forma de encontrar uma casa que vá de encontro aos seus requisitos é recorrer aos motores de busca Idealista, Remax, ou Era. Estes sites usam critérios de pesquisa como localização, preço e tipologia.

Pode também dar início à sua pesquisa pelo imóvel perfeito em Portugal em plataformas de venda direta, como a OLX.

Cozinha de apartamento em Lisboa gerido pela GuestReady

A GuestReady opera em várias cidades de Portugal

4. Qual o melhor lugar para comprar casa em Portugal?

A melhor localização para comprar casa em Portugal depende da tipologia desejada e do objetivo do investimento. O mercado imobiliário em Portugal é muito diversificado e há diferentes tipos de propriedade em diferentes zonas do país.

Se, por exemplo, estiver à procura de um apartamento em Lisboa, as zonas do Chiado, da Baixa e da Lapa têm-se revelado opções bastante populares entre os investidores estrangeiros.

No centro da cidade de Lisboa coabitam edifícios novos, edifícios antigos e outros recuperados com elegância. Se, pelo contrário, está à procura de algo mais moderno, vale a pena considerar Campolide ou o Parque das Nações.

Os subúrbios da zona oeste de Lisboa apresentam grandes oportunidades de negócio e também têm captado a atenção do investimento estrangeiro.

Braga

Braga é a terceira maior cidade do país e está situada a norte, a cerca de uma hora de viagem de automóvel do Porto. Braga é uma cidade histórica, com uma cultura e um património muito ricos, o que se reflete na sua arquitetura.

Enquanto o centro da cidade é preenchido com igrejas restauradas e edifícios históricos, nas áreas em seu redor há uma variedade de edifícios tradicionais e outros mais contemporâneos. Braga é também uma cidade universitária, o que lhe confere uma atmosfera jovem e vibrante.

A habitação em Braga tem um preço razoável, o que faz desta cidade uma opção excelente para quem procura uma boa relação custo-benefício, principalmente se estiver a considerar investir em mais que uma propriedade.

Em Braga, um apartamento central custa em média 1.816€ por metro quadrado, e tem uma taxa bruta de rendimento de cerca de 6.5%, de acordo com os dados divulgados pela Numbeo. Braga é dona da melhor taxa de rentabilidade desta lista, logo a seguir a Setúbal.

Porto

O Porto é a segunda maior cidade de Portugal e localiza-se a norte do país, nas margens do Rio Douro. É uma cidade histórica, rica em cultura e património. O centro da cidade alberga muitos edifícios com interesse histórico e nas áreas circundantes há uma mistura entre edifícios modernos e outros mais tradicionais.

Vale bem a pena considerar investir em imóveis no Porto. A cidade tem visto a sua popularidade crescer no meio de investidores estrangeiros e novos residentes, aumentando a procura por alojamento.

No Porto encontra apartamentos no centro da cidade a 3.413€ por metro quadrado, com uma taxa de rentabilidade de 4.62%.

Coimbra

Coimbra é uma cidade no centro de Portugal, banhada pelo Rio Mondego. Detentora de uma mistura arquitetónica de construções novas e edifícios antigos, Coimbra está repleta de igrejas bem conservadas e monumentos.

A cidade de Coimbra é uma ótima escolha para quem tenciona comprar para arrendar. Como se trata de uma cidade universitária, a procura por acomodação para estudantes é uma constante. Além do mais, o facto ser uma cidade central, com boas ligações ao resto do país, faz de Coimbra um bom ponto de partida para explorar Portugal.

Coimbra pode ser equiparada ao Porto, em termos de resultados, mas comporta menos custos e a taxa de rentabilidade consegue ser ligeiramente inferior. Um apartamento no centro da cidade, por exemplo, ronda à volta de 2.224€ por metro quadrado, com uma taxa de rentabilidade de 4.41%.

Lisboa

Situada junto ao Rio Tejo, Lisboa é a capital e a maior cidade de Portugal. Se deseja comprar um apartamento em Lisboa, zonas como o Chiado, a Baixa ou a Lapa têm-se revelado opções bastante populares entre os investidores estrangeiros.

Nestas áreas mais centrais há uma oferta variada entre construções novas e antigas, e edifícios recuperados com elegância. Se, pelo contrário, está à procura de algo mais moderno, vale a pena considerar Campolide ou o Parque das Nações.

Os subúrbios da zona oeste de Lisboa apresentam grandes oportunidades de negócio e têm estado na mira do investimento estrangeiro. É mais que garantido que investir em habitação em Lisboa é uma oportunidade fantástica para quem está a começar a construir um portefólio em Portugal.

Lisboa é a capital mais a ocidente na Europa, tem um clima ameno, uma arquitetura fora de série, e um panorama cultural efervescente, razões que fazem dela um lugar onde todos querem viver. É também um destino turístico muito apreciado e, por isso, o alojamento local é também uma boa aposta.

Comprar um apartamento em Lisboa é, por estas razões, um investimento 100% seguro: os preços continuam a subir, aumentado a probabilidade de valorizar o seu investimento.

Os preços da habitação em Lisboa são os mais altos da lista, como seria de esperar, no caso de uma capital.

Os apartamentos dentro da cidade custam em média 5.239€ por metro quadrado, com uma taxa de rentabilidade de 4.38%.

Casa de banho de propriedade gerida pela GuestReady

Antes de avançar com a compra de casa para investir, fale com a GuestReady

Setúbal

Setúbal é uma cidade histórica, a sul de Lisboa, onde desagua o Rio Sado. Para além das muitas igrejas bem conservadas e outros edifícios antigos, as áreas envolventes oferecem uma variedade de casas modernas e tradicionais. Setúbal é também uma cidade universitária, razão pela qual tem uma vibe jovem e animada.

A cidade de Setúbal é a escolha certa para os investidores que pretendam comprar para arrendar.

Como se trata de uma cidade com várias universidades, há uma procura regular por acomodação para estudantes. Para além disso, dada a proximidade com Lisboa, a cidade é uma boa alternativa para quem planeia explorar a capital.

Setúbal é, neste momento, uma oportunidade de investimento imperdível. Um apartamento no centro da cidade custa cerca de 1.500€ por metro quadrado e a taxa de rentabilidade ronda os 9.55%.

Lagos

Lagos é uma cidade histórica, localizada no Barlavento algarvio, no sudoeste de Portugal. É um destino turístico muito popular, razão pela qual há uma grande procura por alojamento local. Comprar um apartamento em Lagos é um investimento seguro, porque os preços continuam a subir e há uma grande probabilidade de valorizar o investimento.

Se procura um imóvel em Lagos, localizações como Meia Praia, Praia da Rocha e Ponta da Piedade têm captado a atenção do investimento estrangeiro.

Estas áreas mais centrais dispõem de um conjunto de propriedades antigas e modernas, com muitos apartamentos disponíveis em edifícios requalificados. Se, por outro lado, procura algo mais moderno, as zonas da Marina de Lagos e o Parque da Floresta são boas opções.

Os apartamentos no centro de Lagos custam cerca de 3.337€ por metro quadrado e produzem uma taxa de rentabilidade de 5.57%.

5. Quais são os principais riscos de comprar casa em Portugal?

Qualquer investidor deve estar consciente dos principais riscos associados ao investimento imobiliário em Portugal.

Dívida

A primeira coisa a ter em consideração é a existência de dívidas antigas. De acordo com a lei portuguesa, um imóvel pode ser penhorado para pagar dívidas fiscais dos proprietários anteriores no prazo de oito anos após a compra do imóvel.

Isto significa que os investidores devem fazer a sua pesquisa e certificarem-se de que não há qualquer tipo de dívida associada ao imóvel antes de finalizarem a compra. Felizmente, qualquer advogado em Portugal está capacitado para fazer essa verificação.

Fraude

As fraudes são outro fator de risco que deve ter em conta. Uma fraude frequente em Portugal é a divulgação de falsos anúncios de propriedades que não estão, efectivamente, à venda. O objetivo dos burlões é assegurarem o valor do sinal de compra e depois desaparecerem com o seu dinheiro.

Restrições AL

Se está a planear usar o imóvel para alojamento local convém também estar ao corrente das restrições a que pode estar sujeito, como, por exemplo, as zonas de contenção em Lisboa e no Porto.

6. Porque devo comprar casa Portugal?

Comprar casa em Portugal é uma oportunidade fantástica para os investidores que pretendam construir um portefólio lucrativo.

País

O país tem alguma da mais bem preservada arquitetura da Europa e cidades costeiras deslumbrantes.

O clima ameno, as paisagens estonteantes e uma cena cultural em ponto de ebulição fazem de Portugal um bom sítio para viver, aumentando a procura por alojamento local, que é altamente rentável. Em contrapartida, os arrendamentos de longa duração produzem receitas estáveis e seguras.

Mercado imobiliário

Em Portugal, encontra oportunidades de negócio com uma relação custo-benefício muito apelativa, e com preços significativamente mais baixos em comparação com a vizinha Espanha. Graças ao programa Vistos Gold o estatuto de residência é atribuído com facilidade aos investidores estrangeiros, facilitando o processo de compra.

Se procura uma oportunidade de investimento segura e rentável, comprar imóveis em Portugal é uma ótima opção.

Temos disponível um conjunto de ferramentas para quem está a dar os primeiros passos no mercado do alojamento local que ajudam a calcular a taxa diária que pode conseguir com a sua propriedade.

Cozinha de propriedade gerida pela GuestReady

A GuestReady tem todo o gosto em esclarecer as suas dúvidas relativamente ao seu investimento

7. Vale a pena comprar casa em Portugal?

A resposta é simples: sim. Comprar casa em Portugal é um ótimo investimento, quer seja uma casa de férias, uma casa para gozar a reforma ou uma casa para arrendar.

Os rendimentos dos proprietários de alojamento local têm-se demonstrado bastante lucrativos, sobretudo em cidades turísticas ou universitárias. Com o aconselhamento certo, é possível minimizar os riscos do investimento imobiliário.

8. Os cidadãos estrangeiros podem comprar casa em Portugal?

Boas notícias: não é preciso ter estatuto de residente para poder comprar propriedade em Portugal.

Contudo, os investidores estrangeiros beneficiam de um regime fiscal especial chamado: Estatuto de Residente Não-habitual(RNH), que é atribuído a cidadãos estrangeiros e a emigrantes portugueses que não residam no país há mais de cinco anos.

Este regime traz vários benefícios, como pode verificar na publicação: o Estatuto de Residente Não-habitual em Portugal 2022.

9. É a altura certa para comprar casa em Portugal?

Se está a considerar comprar casa em Portugal, saiba que o mercado imobiliário português está cheio de boas oportunidades de negócio, com taxas de rentabilidade impressionantes. No artigo Best rental yields in Portugal (EN) encontra exemplos de cidades onde a taxa de rentabilidade chega a atingir os 7.2%.

Importa referir que o mercado imobiliário português não só se tem mantido estável ao longo dos últimos anos, como as propriedades têm vindo a aumentar o seu valor ao longo de 2021/2022, mesmo apesar da pandemia. Por isso, se está a pensar em investir em imobiliário em Portugal, agora é altura de o fazer.

10. Investir em Portugal com a GuestReady

A GuestReady disponibiliza uma gama de serviços de consultoria, aconselhamento e gestão de alojamento local em vários países, incluindo o Reino Unido, França, Espanha e Portugal.

Ajudamos a promover a sua propriedade de alojamento local com recurso a fotografia profissional, criação de anúncios e otimização de preços.

Fazemos a gestão de toda a estadia, incluindo a reserva e verificação da identidade dos hóspedes, o check-in, a entrega e recolha de chaves, e todos os serviços de manutenção necessários para que a sua propriedade fique pronta a receber os próximos hóspedes.

Se acha que está na altura de pôr os seus investimentos imobiliários em Portugal a render, contacte já hoje a nossa equipa. Respondemos com prazer a qualquer pergunta sobre o mercado imobiliário e sobre os nossos serviços de gestão de alojamento local em Portugal.

Contacte-nos!

Share this post: